CITRIVET

De acordo com a Agência Europeia do Ambiente (2016), a agricultura tem um efeito direto nas alterações climáticas, sendo responsável por 10% das emissões de gases com efeito de estufa da UE. Os resíduos da citricultura, eliminados principalmente através de queima controlada ou trituração (para adicionar ao solo), gera quantidades consideráveis de gases com significativo efeito estufa como o dióxido de carbono, o metano e o óxido nitroso.

Ao mesmo tempo, o emprego no sector dos bens e serviços ambientais na UE tem crescido 20% desde 2000, proporcionando atualmente 4,2 milhões de empregos (Eurostat, 2018). No entanto, embora exista um consenso sobre os benefícios do emprego verde, os especialistas destacam o “hiato de competências verdes” e a necessidade urgente de melhorar as competências necessárias para a eco-indústria (Semana Verde da UE, 2017)

OBJETIVOS

O objetivo geral do CitriVET é desenvolver, transferir e implementar práticas inovadoras que melhorem os cursos de formação profissional agrícolas através da implementação de formação sobre a transformação de resíduos cítricos em bioprodutos (óleos essenciais, biocombustível e ração animal).

Resultado de imagen de citrus.png

PROMOVER

Promover o desenvolvimento profissional dos professores de cursos de formação profissional, reforçando as suas competências para introduzir nos currículos desses cursos a transformação dos resíduos de citrinos.

Reforçar a empregabilidade

Reforçar a empregabilidade dos estudantes dos cursos de formação profissional através de práticas internacionais de alta qualidade baseadas no trabalho no campo da valorização dos resíduos de citrinos.

Competências

Fortalecer a aquisição de competências essenciais (inglês, literacia digital) em estudos de EFP agrícolas, especialmente importante para alunos desfavorecidos.

LOCALIZAÇÃO DO PROJETO

Close menu